Segunda-feira, Junho 17, 2024
InícioDeputados debatem investimentos em saúde pública e produção de mel

Deputados debatem investimentos em saúde pública e produção de mel

A sessão plenária desta terça-feira (21) na Assembleia Legislativa foi palco da manifestação dos deputados estaduais sobre alguns temas, entre eles a saúde pública e a produção de mel no Estado, e a decisão do STJ autorizou três famílias a plantarem maconha para uso medicinal.


O primeiro a se manifestar foi o deputado Cícero Magalhães (PT), que abordou os investimentos feitos na saúde na gestão do ex-governador Wellington Dias. Segundo ele, fake news foram divulgadas dizendo que o Dias havia fechado a urgência do Hospital Getúlio Vargas (HGV), o que foi desmentido pelo parlamentar. Ele lembrou os investimentos feitos pelo Governo do Estado para a construção do Hospital de Urgência de Teresina após um longo período no atraso da obra, de responsabilidade da Prefeitura de Teresina. O parlamentar também criticou o Governo Federal pela falta de investimentos no Piauí.


O segundo a se manifestar foi o deputado Ziza Carvalho (PT), destacando a decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) de liberar o uso medicinal da cannabis sativa (maconha) acatando pedido de três brasileiros. No início do seu discurso, ele registrou matéria do Portal Terra sobre a premiação do Mel Mesmo, um produto orgânico produzido no Piauí.


Ziza Carvalho disse que a matéria do Portal Terra mostrou que paulistanos da classe A estão consumindo o mel piauiense que já conquistou o mercado externo e que é produzido sem prejudicar o meio ambiente porque os apicultores de Simplício Mendes e municípios próximos não utilizam agrotóxicos. Acrescentou o parlamentar do PT que a produção do mel foi introduzida na região Centro-Sul pelo padre alemão Geraldo Gereon e atualmente chega a 400 toneladas por ano, possibilitando emprego e geração de renda para 250 pessoas. Ele frisou que a propagação do mel piauiense está sendo feita pela empresária Ana Maria Diniz, filha do empresário Abílio Diniz.


MACONHA – Ziza Carvalho registrou, na segunda parte do seu discurso, a decisão do STJ sobre a liberação do plantio da cannabis sativa para uso medicinal, assinalando que apresentou um Projeto de Lei que trata sobre a regulamentação do uso da maconha no Piauí e que o preconceito de muitas pessoas, inclusive religiosas, prejudicam a sua aprovação.


Ziza Carvalho disse ainda que o ministro do STJ, Rogério Schietti, afirmou, em sua decisão sobre o plantio de cannabis sativa, que a sociedade deve deixar o preconceito porque milhares de pessoas precisam utilizar a maconha como medicamento.

Laryssa Saldanha/J. Barros – Edição: Katya D’Angelles

Stay Connected
16,985FãsCurtir
2,458SeguidoresSeguir
61,453InscritosInscrever
Must Read
Related News