Quinta-feira, Abril 25, 2024
InícioPolíciaBrasileiro suspeito de canibalismo diz que carne humana era prova do crime

Brasileiro suspeito de canibalismo diz que carne humana era prova do crime

O brasileiro identificado como Begoleã Mendes Fernandes, de 25 anos, preso no aeroporto de Lisboa com carne humana disse que levava o material na bagagem como prova da participação de outra pessoa em um ritual de canibalismo.

Às autoridades locais, ele confessou ter matado a facadas o também brasileiro Alan Lopes no último domingo (26) na Holanda
Foto: Reprodução/Redes sociais

O suspeito foi detido na capital portuguesa. Às autoridades locais, ele confessou ter matado a facadas o também brasileiro Alan Lopes no último domingo (26) na Holanda.

Fernandes alegou legítima defesa. Ele disse que Lopes tentou matá-lo após oferecer carne humana para consumo e mostrar vídeos de canibalismo.

“Carne era prova”. O brasileiro preso disse que recolheu o material em uma embalagem de plástico para apresentá-lo como evidência contra Lopes.

O relato foi dado a um inspetor que fazia o controle de passageiros no aeroporto após ele tentar embarcar de Lisboa para Belo Horizonte com documentos falsos.

A carne humana achada com o suspeito não pertence a Lopes. A informação foi confirmada pela polícia holandesa, de acordo com jornais locais.

À imprensa portuguesa, Carla Pimentel, mãe do brasileiro preso, repetiu a versão apresentada pelo filho. Ela disse ter aconselhado Fernandes a fugir para o Brasil.

Mandado de extradição. Begoleã foi preso na segunda-feira (27), no dia seguinte ao crime.

Brasileiro suspeito de canibalismo diz que carne humana era prova do crime – Foto: Reprodução

Inicialmente, ele foi preso por apresentar um passaporte italiano falso ao tentar embarcar. Horas depois, as autoridades holandesas enviaram a Portugal um mandado de captura e extradição dele por suspeita de homicídio.

Vestígios de sangue. Peritos recolheram DNA nas roupas e no corpo do brasileiro, que estava com vestígios de sangue. O resultado do exame do laboratório de polícia científica deve sair nos próximos dias. As autoridades portuguesas também apreenderam o celular dele.

Corte na mão direita. No momento da prisão, Fernandes estava com “um corte profundo na mão direita”, segundo consta nos documentos do caso obtido pelo jornal português Expresso.

Fonte: Portal Meio Norte

Stay Connected
16,985FãsCurtir
2,458SeguidoresSeguir
61,453InscritosInscrever
Must Read
Related News