Segunda-feira, Julho 22, 2024
InícioNotíciasSejus avalia implantação de metodologia da Associação de Proteção e Assistência aos...

Sejus avalia implantação de metodologia da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac) no Piauí

O secretário da Justiça do Piauí, coronel Carlos Augusto, esteve, nessa quarta-feira (1º), conhecendo a metodologia da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac) em Timon (MA). Juntamente com a equipe da Sejus, o gestor presenciou o funcionamento de uma unidade e mostrou interesse em viabilizar o modelo também para o Piauí.

Foto: Reprodução

A metodologia da Apac já é desenvolvida em outros estados, como Minas Gerais, São Paulo e Maranhão. No Estado vizinho são oito unidades que possibilitam um cumprimento de pena humanizado e com alternativas concretas para a reinserção social.

Segundo a supervisora da Metodologia Apac e Cogestão da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap-MA), Ana Rafaella Drumond, o modelo é uma alternativa viável ao cumprimento da pena.

“Eles precisam seguir uma rotina de atividades que inicia às 6h da manhã e vai até as 22h. Todos precisam estar trabalhando e estudando. Essas atividades evitam que os recuperandos estejam ociosos. O índice de ressocialização é bem maior se comparado ao sistema comum e conta com a contribuição da comunidade nesse processo de reintegração “, pontuou a Supervisora da Seap-MA.

O secretário da Justiça ressalta que é intenção da gestão implantar a metodologia também no Piauí. “Assumimos a Secretaria da Justiça com muitos desafios e queremos levar esse modelo de gestão aos reeducandos do Piauí. Tenho dito sempre que o trabalho e o estudo dentro do sistema prisional fortalecem a possibilidade da reinserção dos reeducandos na sociedade. O modelo da Apac me chamou atenção e buscaremos implantar em breve no Piauí “, disse o secretário coronel Carlos Augusto.

O secretário e sua equipe também visitaram às obras de uma nova Apac em Timon (MA). Além de representantes da Sejus e da Seap-MA estiveram presentes na agenda membros do poder Judiciário, do Ministério Público e da Defensoria Pública do Piauí e do Maranhão.

Fonte: Governo Estadual do Piauí

Stay Connected
16,985FãsCurtir
2,458SeguidoresSeguir
61,453InscritosInscrever
Must Read
Related News