Quinta-feira, Abril 25, 2024
InícioNotíciasPiauí é 1° lugar do NE em investimento Público em Ciência e...

Piauí é 1° lugar do NE em investimento Público em Ciência e Tecnologia

Em pesquisa divulgada pelo Índice FIEC de Inovação dos Estados 2022, o Piauí alcançou resultado positivo no setor de investimento Público em Ciência e Tecnologia. O Índice reflete o papel do poder público como financiador de investimentos em inovação ao criar ambiente propício aos negócios. Em âmbito nacional, o Piauí ocupa o quarto lugar no setor de Ciência e Tecnologia ficando atrás somente dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo

Em números, o Piauí possui 0,069 pontos no ranking de 2022, enquanto São Paulo tem 1,000. O presidente do Centro das Indústrias do Estado do Piauí (CIEPI), Federico Musso, comemora o resultado e reforça que a indústria piauiense tem feito parcerias de inovação com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí (IFPI) e buscado investimentos no setor para mais avanços. 

“Um importante resultado e destaque para o Piauí nesse índice divulgado e sei da capacidade que o estado possui para alcançar maiores resultados. Temos uma parceria já consolidada com o IFPI afim de investir em inovação e oportunizar que mestrandos trabalhem em nossas indústrias para que o setor se desenvolva”, disse.

Outro índice divulgado pela FIEC aponta que o Piauí está em 8° lugar do Nordeste no índice de Inovação, o que sugere a relevância de um olhar mais atencioso para o Estado no objetivo de melhorar os investimentos e apoio aos negócios. O top 5 dos estados brasileiros no ranking de inovação é composto por São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Nesse parâmetro, o Piauí ocupa a 25° colocação.

“Reforço aqui a importância de que o Estado possa cada vez mais apoiar ações de inovação, ciência e tecnologia das indústrias piauienses e assim obtermos novos destaques a nível nacional. Temos unido esforços no setor empresarial e utilizando estratégias de inovação, tecnologia e mercado para aquecermos os negócios e termos um 2023 positivo e de desenvolvimento”, conclui o presidente do CIEPI, Federico Musso.

Stay Connected
16,985FãsCurtir
2,458SeguidoresSeguir
61,453InscritosInscrever
Must Read
Related News