Quinta-feira, Abril 25, 2024
InícioNotíciasMutirão de catarata atende pacientes de 40 municípios

Mutirão de catarata atende pacientes de 40 municípios

O Governo do Piauí, através da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), realiza até a próxima quinta-feira, dia 03 de fevereiro, o primeiro Mutirão de Catarata de 2022. As cirurgias estão sendo feitas na cidade de Picos e beneficiam pacientes de 40 municípios do Vale do Guaribas.

Os pacientes passaram por triagem e estão marcadas 1.501 cirurgias, que estão sendo realizadas na Policlínica de Picos. De acordo com a diretora da unidade de saúde, Ingred Costa Ibiapina, são quatro cirurgiões atendendo a população que está agendada para o mutirão.

“Nós fizemos a triagem e também testamos os pacientes para Covid. Quem positivou ou apresentou sintomas de Síndromes Gripais não passou pelo atendimento. Os outros pacientes estão sendo atendidos. Estamos tentando zerar as demandas que estavam acumuladas por conta da pandemia”, afirma a diretora.

A diretora afirma ainda que até agora que são realizadas, em média, 230 cirurgias por dia. Até agora, 847 procedimentos já foram feitos. “Durante a triagem, detectamos em alguns pacientes outros problemas de visão. Quem não teve a indicação para a cirurgia de catarata já ficou sabendo que tinha outro problema e pode assim procurar orientação médica”, diz.

Quem passou pela triagem e foi selecionado para a cirurgia de catarata é só agradecimentos. Como a dona de casa, Helena Ribeiro Almeida, de 62 anos, que mora em Simões do Piauí. Ela espera há dois anos para fazer a cirurgia e só agora, através do mutirão, vai conseguir operar.

“Em dezembro do ano passado, fiz a triagem na minha cidade e fui encaminhada para fazer a cirurgia. Já tinha feito esse exame, mas não tive o dinheiro para pagar. Estou muito grata pela oportunidade. Não vejo a hora de poder voltar a enxergar” comemora a dona de casa.

Segundo o secretário de saúde, Florentino Neto, o mutirão é para dar mais qualidade de vida para a população. “Muitos destes pacientes estavam na fila de espera desde o começo da pandemia e não conseguiam operar. Agora, vão ter a oportunidade de fazer a cirurgia perto de casa e voltar a enxergar”, diz o gestor.

FONTE: SESAPÍ

Stay Connected
16,985FãsCurtir
2,458SeguidoresSeguir
61,453InscritosInscrever
Must Read
Related News