A governadora Regina Sousa participou, nessa quarta-feira (15), da abertura da I Feira Nordestina de Agricultura Familiar e Economia Solidária, na cidade de Natal, Rio Grande do Norte. O evento recebe comitivas de todos os estados do Nordeste para expor as produções locais.

A feira foi realizada e pensada pela Câmara Técnica de Agricultura Familiar do Consórcio Nordeste, com a finalidade de apresentar o que está sendo produzido pela agricultura familiar do Nordeste.

Para Regina Sousa, é muito importante a realização de eventos como esse, servindo de vitrine do Nordeste para o país. “O Consórcio Nordeste teve a iniciativa de fazer as câmaras técnicas que discutem diversos assuntos e tem a Câmara da Agricultura Familiar que resolveu fazer essa grande feira para mostrar para o Brasil que o Nordeste tem uma grande produção, tem muitas novidades que o Brasil não conhece e precisa conhecer para deixar de achar que o Nordeste é o patinho feio do país. Então, essa feira serve para isso: mostrar o Nordeste para o Brasil, e mostrar a importância da agricultura familiar para nossa mesa”, explicou a governadora.

Do Piauí, cerca de 20 grupos participam da exposição, apresentando diversos produtos vindos do campo. “A feira tem um caráter muito importante de demonstrar a força e o potencial da agricultura familiar. O Piauí está participando com grupos acompanhados pela Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF), do Emater, do Progere. E é uma riqueza, uma grande festa da colheita em que o Governo do Estado participa ativamente, mas principalmente incentivando e potencializando a agricultura familiar de norte a sul do Piauí”, conta Regina Sousa.

O diretor do Emater, Leonardo Nogueira, ressaltou a importância do evento com um agente integrador da produção feita no Nordeste, além de mostrar o que é produzido no Piauí para os outros estados. “É uma oportunidade que nós temos de mostrar o que temos de melhor no Piauí, o que a agricultura familiar do nosso estado produz, a renda e os empregos que são gerados por meio da agricultura. Você vê aqui diversas cooperativas, associações, de diferentes cidades do nosso estado mostrando que realmente produzem e que a agricultura familiar do nosso estado é sim uma fonte de renda”, assinalou o gestor.

O produtor rural João Silvestre, da cidade de São João do Arraial, fala que eventos como esse impulsionam a produção e é um incentivo para o produtor do campo. “Essa feira ela vem trazer e valorizar a produção da economia solidária que nós estamos desenvolvendo no Piauí. Vai mostrar ao Nordeste e ao Brasil que o agricultor familiar alimenta a população e vem dar um ânimo a mais para gente produzir de forma orgânica sem agredir o meio ambiente”, destaca o agricultor, que é também diretor da Escola Família Agrícola de São João do Arraial, instituição que forma jovens para atuarem no campo, auxiliando os produtores.

A I Feira Nordestina de Agricultura Familiar e Economia Solidária segue até o próximo domingo (19), no Centro de Convenções de Natal (RN).