Domingo, Julho 21, 2024
InícioAgilidade da Fundação Municipal de Saúde aumenta a confiabilidade no Turismo de...

Agilidade da Fundação Municipal de Saúde aumenta a confiabilidade no Turismo de Teresina

Recentemente, o IBGE divulgou informações sobre a tendência de viagens do piauiense, extraídas da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua). Os dados mostram que 18,5% dos piauienses fizeram algum tipo de viagem em 2021, superando a média nacional de 12,7% e se consolidando como o maior índice proporcional do país.

Segundo dados da Coordenação de Turismo da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC), Teresina também reflete a mesma situação, indicando que 38,4% dos teresinenses viajaram em 2021, contra 18,8% em 2020, representando um crescimento de 104% entre um ano e outro. Isso aconteceu porque aumentou a confiabilidade e a segurança em relação à Covid, por conta do avanço das vacinas e da rapidez com que a Fundação Municipal de Saúde (FMS) tem alcançado a população.

Essas viagens, no entanto, geraram déficit na Balança Comercial do Turismo local, na medida em que os teresinenses gastaram lá fora mais do que os turistas injetaram na cidade, no ano de 2021. As viagens dos teresinenses, que utilizaram o aeroporto como portão de saída, tiraram de circulação R$ R$ 160 milhões, enquanto os turistas deixaram na cidade R$ 118 milhões, gerando um déficit de R$ 42 milhões para a nossa economia.

“É incontestável que a pandemia reduziu a motivação de negócios para a cidade. Em 2021, pesquisas indicaram um aumento considerável nas viagens de lazer e de visita a parentes, em detrimento dos negócios, que passaram a home office”, disse Marcelo Eulálio, secretário da SEMDEC.

O setor que mais sofreu foi o de eventos, quando as proibições de aglomeração não encontraram alternativas, a não ser as lives de cantores e grupos via Redes Sociais. No entanto, esse perfil está se recuperando. Em janeiro e fevereiro de 2022, o fluxo de embarcados e desembarcados pelo Aeroporto de Teresina chegou a 163.243 passageiros, superando o verificado nos dois primeiros meses de 2021, que alcançou 142.599 passageiros, um crescimento de 14,5%.

“O déficit maior para o Turismo de Teresina foi a retração do fluxo. Nos primeiros 4 meses de 2020, o fluxo caiu 95%, prejudicando hotéis, restaurantes e toda a cadeia produtiva do Turismo. Essa mesma queda voltou a ocorrer nos primeiros 4 meses de 2021, embora com menor intensidade”, completou Marcelo Eulálio.

Ponte Estaiada

 O Complexo Turístico Mirante Ponte Estaiada é, sem dúvida, um dos maiores atrativos turísticos de Teresina, juntamente com o Parque Ecológico Encontro dos Rios e o Parque da Cidadania. Durante a Pandemia, o acesso ao mirante da ponte ficou fechado por um ano e meio, tendo sido reaberto pelo prefeito Doutor Pessoa no final de agosto de 2021. O prefeito autorizou uma grande reforma no espaço, que foi executada pela SAAD Centro, com apoio da SEMDEC.

O ano de 2020 e parte de 2021 foram atípicos, por conta do fechamento do acesso ao mirante. Em 2019, o mirante recebeu 46.705 visitas. Nos quatro últimos meses de 2021, após a reabertura, recebeu 15.500 visitas. Nos meses de maio de junho deste ano de 2022, o mirante registrou 7.582 acessos, contra 7.153 verificados no mesmo período do ano anterior. Esse comportamento leva à interpretação de que 2022 fechará com quantidade de acessos superior ao patamar de 2019.

Stay Connected
16,985FãsCurtir
2,458SeguidoresSeguir
61,453InscritosInscrever
Must Read
Related News