W.Dias é questionado se Rafael Fonteles será mesmo o candidato e se Marcelo Castro pode ser plano B

O governador Wellington Dias (PT) se esquivou ao ser perguntado se poderá haver mudança do nome do secretário de Fazenda Rafael Fonteles (PT) como candidato a governador na eleição de 2022.

É que já há alguns dias fala-se dento da base governista na existência de uma espécie de “plano B” para disputa ao Governo do Estado em 2022. Esta alternativa, segundo especulações de  bastidores, seria o senador Marcelo Castro (MDB).

Essa especulação passou a existir após pesquisas apontarem para o não crescimento do nome de Rafael Fonteles nas pesquisas eleitorais, já que, mesmo não assumindo publicamente, ele agindo como pré-candidato a governador, tendo o programa Pró-Piauí como carro chefe.

Ao responder o questionamento, o governador petista pontuou que o seu secretário “tem respeito e carinho”, porém, acrescentou que essa será uma questão a ser tratada apenas em 2022. Wellington Dias ponderou esperar de Rafael Fonteles foco no Pro-Piauí, programa do qual o secretário é coordenador. E destacou o intenso cronograma de obras realizado pelo Governo do Estado.

“Do secretário Rafael Fonteles queremos muita dedicação para que possamos fazer acontecer um desafio grande, que é garantir as condições de investimentos nas 224 regiões do estado. Obra, programas, equipamentos [….] Esse é o caminho que se espera. Esse ano não tem eleição. Em 2022, no ambiente de 2022, vamos tomar a decisão”, afirmou Wellington Dias, sem querer tratar da polêmica que envolve Rafael X Marcelo dentro da base. 

FONTE: OITOMEIA