O médico obstetra Joaquim Vaz Parente, de 75 anos, foi o primeiro piauiense a receber a dose da Coronavac, vacina contra o coronavírus, na tarde desta segunda-feira (18) em Teresina. Ele atua há 45 anos na Maternidade Evangelina Rosa e já realizou em torno de 20 mil partos em toda sua vida profissional.

Médico Joaquim Vaz é o primeiro a receber vacina contra a Covid-19 no Piauí (Foto: divulgação)

“Depois de uma estrada sinuosa, permeada de momentos de escuridão, mas nunca sem enxergar luz. Esse momento é coroado com essa luz no fim do túnel. Para nós, representa o primeiro processo de barreira a ser erguida contra o mundo, o Brasil e nosso Piauí. É com grande satisfaça que me disponho a tomar essa vacina no nosso território. Gostaria de participar como voluntário, mas não foi possível. Nesse momento, o que me resta agradecer a Deus por estar no processo de imunização”, disse o médico em meio às lágrimas.

O governador Wellington Dias fez o lançamento da campanha de vacinação contra a Covid-19 no Piauí. O chefe do executivo estadual relatou que todos os municípios terão postos de vacinação contra a doença. Ele citou ainda que a vacina é a única arma disponível para barrar a proliferação do coronavírus.

Governador Wellington Dias fez o lançamento oficial da campanha (Foto: divulgação)

“É um gesto mais do que simbólico. Aqui no Piauí vamos participar, vamos no vacinar em cada município. Não é um ato egoísta, pensando apenas na sua preservação. É um ato altruísta. É um ato de respeito ao outro, responsabilidade com o outro. Com isso, garantimos o bem estar das outras pessoas. A região Norte e Sul, o mais rápido possível, em todo o Piauí, vamos realizar essa integração com o município. A vacina é arma mais forte que nós temos para esse inimigo em comum: o coronavírus”, afirmou.

O presidente da Fundação Municipal de Saúde, médico Gilberto Albuquerque, pontuou que 11 mil pessoas deverão ser vacinadas nos próximos dias na capital. “Para nós, em Teresina, já é um alívio. Teremos em poucos dias mais de 11 mil pessoas livres dessa doença. Diante de uma pandemia dessa, que o mundo se ajoelhou, quando chega nosso principal defensor, é só agradecer”, disse.

A técnica em enfermagem da UTI Covid-19, do Hospital Infantil Lucídio Portella, Modestina Bezerra da Silva, de 60 anos, foi a segunda a ser vacinada. Em seguida, Ana Maria Brito dos Santos, de 52 anos. Ela trabalha no Hospital da Polícia Militar na ala Covid-19. Logo depois recebeu o imunizante, a técnica de enfermagem Marta Regina de Sousa Madeira, de 42 anos, funcionária do Hospital Getúlio Vargas.

Em seguida foi a vez da enfermeira Sheyla Barbosa dos Santos, de 33 anos. Ela atua na UTI Covid-19 do Hospital Natan Portella, e foi responsável por receber o primeiro paciente com o vírus na unidade de saúde.

A médica Amariles Borba foi a sexta profissional a ser vacinada. Ela é diretora de Vigilância em Saúde da Fundação Municipal de Saúde de Teresina (FMS) e foi indicada pela prefeitura para receber uma das doses. “Larguem os celulares e leiam os livros. Valorizem a nossa ciência e educação. É um novo começo”, declarou.

Sobre

O Piauí está recebendo do Ministério da Saúde 61.160 doses da vacina CoronaVac. Entre esse número, 28.651 mil doses para profissionais da saúde, 10 para pessoas com deficiência institucionalizadas, 460 doses para pessoas com mais de 60 anos institucionalizadas e 21 para indígenas vivendo em terras demarcadas.

Fonte: Portal AZ