O mais tradicional e cemitério de Timon tem sido alvo constante de saques e furtos. No domingo último, Dia dos Pais, muitos filhos e parentes de entes queridos sepultados no cemitério São José, no centro da cidade, constataram a situação lamentável em que se encontram boa parte dos túmulos existem no local.

Criminosos, usuários de drogas e outros, estão saqueando os túmulos para roubar peças de bronze, tampas de túmulos em mármore e granito.

O local também tem servido de refúgio para muitos usuários de drogas na madrugada. São atribuídos a eles muitas das sepulturas que estão quebradas.

Por onde se passa no cemitério é possível ver túmulos abertos, depredação e peças de granito quebrados ou arrancados das sepulturas.

Nem mesmo as cruzes estão escapando da ação dos criminosos, pois elas também tem sido levadas.

Na busca ensandecida de viciados à cata de objetos que possam ser vendidos, qualquer coisa de valor está está sendo levada pelos criminosos.

A cena de quem visita o local é triste de se ver e, claro, não é uma exclusividade de Timon, tendo em vista que vem ocorrendo situação semelhante em muitas cidades do Brasil. Que nossas autoridades timonenses tomem providência, seja colocando um vigia ou mesmo cobrando maior presença de Guardas Municipais em rondas por estes espaços públicos como forma de inibir esses crimes.

FONTE: ELIAS LACERDA