Governador Wellington Dias diz que vai notificar banda que usou fogos de artifício na Expoapi

Governador Wellington Dias afirma que vai notificar empresa que usou fogos de artifícios na Expoapi (Foto:Divulgação)

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), afirmou através das redes sociais, nesta quinta-feira (09), que pediu providências sobre o caso dos fogos de artifícios na 70º edição da Expoapi. Ele ainda afirmou que a banda será notificada.

“É muito triste o que aconteceu na EXPOAPI. Nosso compromisso com a segurança de todos e todas que trabalham, fazem negócios e passeiam pelo evento também se estende ao bem estar dos animais presentes. Sancionei a Lei de nº 7.643 de 26 de novembro, que proíbe fogos de estampidos e de artifícios que possuem efeito sonoro ruidoso no Piauí, justamente para proteger pessoas idosas, crianças e animais. Pedi providências à equipe de segurança e a banda que utilizou os fogos em seu show já foi notificada e será responsabilizada por ter infringido a Lei”, disse o governador.

Em sua publicação, o governador também faz um apelo sobre os riscos e efeitos da utilização de fogos de artifícios. “Faço também um apelo: Não usem fogos de artifício
ruidosos, o trágico ocorrido de ontem só reforça essa importância. Fogos podem colocar vidas em perigo. Vamos nos divertir com alegria, cuidado, respeitando todas as vidas
presentes”.


Já o cantor Anderson Rodrigues, da banda responsável pela queima dos fogos, divulgou uma nota oficial onde pediu desculpas e justificou que contratou uma empresa para fazer a apresentação pirotécnica, seguindo as regras do decreto estadual. Além disso afirmou não ter conhecimento sobre a lei.


“Pedimos desculpas de todo nosso coração e lamentamos o ocorrido. Contamos com a compreensão de todos e registramos nossa sincera solidariedade aos envolvidos. Quanto ao uso dos fogos, nenhum artista vai em sã consciência, se tivesse conhecimento da lei, fazer isso intencionalmente. A lei é recente, talvez não houve tempo para ser divulgada amplamente, mas não há culpados nesse fato, acontece de muitas legislações não chegarem a quem interessa”.


A banda ainda afirmou que são defensores de animais. “Somos defensores dos animais e especialmente dos equinos, aos quais não por coincidência temos músicas de trabalho (JET FREE). Sentimos muito pelos animais e por toda vaqueirama em si, bem como as pessoas envolvidas no incidente. Ratificando aqui a nossa bandeira de proteção aos
cavalos e a defesa do esporte vaquejada”.


A empresa Anderson Rodrigues que hoje conta com 20 famílias que diretamente se sustentam dos shows que proporcionamos a população, está consternada com o ocorrido, informou.

O cantor Anderson Rodrigues, responsável pela queima dos fogos, divulgou uma nota
com pedido de desculpas (Foto: Reprodução)

Entenda o caso
A queima ilegal de fogos de artifício, na noite de quarta-feira (08), na 70ª edição da Exposição Agropecuária do Piauí (Expoapi) fez com que cavalos fugissem e fossem atropelados na BR-343. Veículos foram destruídos e uma pessoa saiu queimada.


Vídeos que circulam nas redes sociais mostram carros destruídos e animais bastante feridos. Não se sabe quantos cavalos e pessoas ficaram feridos. Alguns bichos tiveram que ser sacrificados devido a gravidade dos machucados.


O perfil no Instagram, Protetores de Patinhas, denuncia a ação realizada no evento, que é proibida por lei e cobra a responsabilidade e averiguação do crime. “Parabéns aos
envolvidos, e mais uma vez quem paga pela imbecilidade humana, são os animais! Um evento com grande público em um cenário nada propício, e para “melhorar” a situação, os irracionais soltam fogos de artifício (O QUE É PROIBIDO POR LEI) deixando diversos animais feridos, atordoados, causando acidentes em via pública e machucando esses
inocentes. Quem será penalizado? @teresabritto_ esses inconsequentes precisam ser punidos! @wellingtondiasoficial @governodopiaui apoiar um evento no qual vai contra a lei que o próprio sancionou? Absurdo sem fim! Indignada com esse descaso, com a falta de responsabilidade e principalmente falta de noção! Agora é crime, e quem cometeu tem que pagar!”, diz.

FONTE: PORTAL AZ