BR 226 urgente ! Asfaltamento pode retomar no sentido Baú a Timon

Da esquerda para a direita: Vereadores Irmão Francisco, Thiago Carvalho, Pedro Augusto (P.A.), Ivan do Saborear, diretor do DNIT Glauco Henrique, Helder Kaic, Celso Tacoani, Da Luz do Sete Estrelas, Jair mayner, Coca do Matapasto e Vavá.

Dez vereadores da base da prefeita Dinair Veloso estiveram ontem, quarta-feira (16),  na sede do DNIT, em São Luís, tratando sobre a retomada do asfaltamento da BR 226 e a iluminação pública no trecho que vai do Posto Fiscal, no bairro Parque Alvorada,  ao residencial Cajueiro. Recebidos pelo superintendente Glauco Henrique Ferreira da Silva, os parlamentares ouviram como está a real situação da problemática sobre o asfaltamento da rodovia, serviço que está há meses parado.

acordo com o superintendente, a empresa construtora Hytec está se negando a continuar a obra no trecho urbano de Timon, especialmente o Contorno Rodoviário. A empresa alega que a desapropriação dos terrenos por onde passam o Contorno ainda não foi homologada na justiça federal. Por esta razão a empresa já solicitou autorização do DNIT para retomar a obra do Baú a Timon, o que lhe baixaria o custo já o material usado no asfaltamento está sendo produzido no povoado caxiense e daria tempo para resolver as pendências judiciais que ainda existem em relação a desaparição.

Glauco Henrique Ferreira da Silva informou que nas contas do órgão existem cerca de 29 milhões de reais, o que daria para fazer o asfaltamento do Baú até bem próximo do povoado Buriti Cortado.

Mas o superintendente argumentou que não gostaria de autorizar a empresa a fazer o asfaltamento do Baú a Timon sem o aval das autoridades políticas timonenses. Para tanto, sugeriu aos vereadores que aprovem requerimento na Câmara Municipal solicitando ao DNIT que os serviços sejam retomados do Baú a Timon.

Nesta manhã os vereadores estiveram com a prefeita Dinair Veloso que já deu seu aval para a retomada da obra.

Agora os vereadores vão tentar aprovar requerimento na Câmara Municipal para esta causa. “A obra está parada e é melhor que continue mesmo que o asfaltamento venha do povoado Baú para Timon, que ficar sem os serviços e correndo o risco destes recursos serem remanejados para outras obras do DNIT, o que pode ocorrer pois esta BR 226 corta o Maranhão e tem problemas nela na região de Imperatriz”, destacou o vereador Jair Mayner, do PSB.

Os vereadores também solicitaram do diretor do DNIT a iluminação pública do trecho que vai do Posto Fiscal até o residencial Village Cajueiro, no perímetro urbano da BR 226. Glauco Henrique Ferreira da Silva prometeu que até dezembro o pedido estará atendido.

Ele ressaltou que o governo federal já tem projeto pronto de recuperação de todo o asfaltamento do entorno do Posto Fiscal. Toda pista no local será de concreto armado reforçado com amplo espaço para estacionamentos das carretas, dando ao ambiente paisagem bonita e organizada,  com uma interligação segura da BR 226 com a BR 316, que vai para Caxias.

O empecilho para as obras iniciarem são alguns pontos comerciais, restaurantes e bares,  que foram instalados na margem da segurança da rodovia. O DNIT ganhou a causa para retirada dos estabelecimentos do local, mas eles recorreram e o caso continua sem definição judicial impedindo o início das obras. O diretor do DNIT pediu a colaboração dos vereadores para que junto com a prefeitura encontrem uma mais rápida para o problema.

FONTE: ELIAS LACERDA