Prefeitura discute adesão ao selo do Sistema Brasileiro de Inspeção (SISBI)

Reunião discute o sistema que garante a formalização aos produtores que fazem o abate de animais, aves e derivados Foto(Ascom Saad Rural)

A Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD) Rural realizou reunião técnica com a Gerência de Inspeção e Fiscalização Agropecuária (GIFA) para discutir a importância da adesão ao Selo do Sistema Brasileiro de Inspeção (SISBI).

O sistema garante a formalização e legalidade aos produtores e empreendedores que fazem o abate de animais, aves e derivados que são comercializados e fornecidos para alimentação, além de sua padronização para comercialização para todo o país. Também busca reduzir a comercialização de produtos de origem animal de forma clandestina, entre os estados brasileiros.

O SISBI é vinculado ao Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária (SUASA) e os produtores que adquirem este selo podem comercializar os seus produtos por todo o país, sem que seja necessário possuir o Selo de Inspeção Federal (SIF).

Segundo o superintendente da SAAD Rural, coronel Evaldo Marques, essa adesão ao Selo do Sistema Brasileiro de Inspeção (SISBI) será um grande avanço para cidade de Teresina, em especial aos produtores da carne animal e derivados, que poderão vender seus produtos para todos os estados brasileiros.

“Com essa adesão, os produtores teresinenses ganharão uma grande força na comercialização de seus produtos que poderão ser exportados para outros municípios e estados do país, devidamente fiscalizados pelo serviço de inspeção/fiscalização da SAAD Rural”, afirma o superintendente.

De acordo com o gerente Romualdo Spindola, da Gerência de Inspeção e Fiscalização Agropecuária (GIFA), da SAAD Rural, esta adesão agregará valores aos produtos alimentícios dos estabelecimentos teresinenses.

“O sistema SISBI proporciona muitas vantagens para donos de estabelecimentos que querem comercializar seus produtos com o selo que garante um produto com qualidade e com todas as necessidades higiene/sanitárias avaliadas por pelo serviço de inspeção municipal. Vale destacar que os donos de estabelecimentos precisam estar cadastrados/registrados na SAAD Rural, por meio da Gerência de Inspeção e Fiscalização Agropecuária, para poderem usufruir das vantagens que o sistema oferece”, destaca Romualdo.

O SISBI, além de garantir a formalização e legalidade do empreendimento, também proporciona uma maior segurança alimentar às pessoas, amplia o mercado consumidor, aumenta a credibilidade dos produtos e a lucratividade do estabelecimento.