Técnicas e saúde mental são indispensáveis na produção de um artigo científico

O domínio de técnicas e métodos adequados, assim como o acompanhamento especializado, reduzem as chances de ansiedade

A escolha por uma carreira acadêmica tem sido bastante considerada por muitos profissionais que se identificam com a área. A pesquisa científica é uma das possibilidades para divulgar e difundir conhecimentos, sejam os voltados à área do Direito, Psicologia, entre outras. Um passo importante para quem almeja entrar satisfatoriamente nesse universo é dominar técnicas e métodos da produção de um artigo científico. Dessa forma, conseguirá acompanhar e potencializar mudanças intrínsecas a esse mundo acadêmico. E o melhor: é possível fazer tudo isso sem ocasionar uma grande carga de ansiedade. O MTS Instituto (Método, Técnica e Saúde) se apresenta exatamente como confirmação dessa realidade.

Compreender essas transformações do meio acadêmico, social e econômico é fundamental para desenvolver uma pesquisa que some à reflexão na área, além de ser um fio condutor para impulsionar debates. Naila Fortes, professora e mentora em pesquisa, explica que uma das formas de socializar conhecimentos, além de palestras e congressos, é desenvolver artigos científicos. “Com isso, é possível dar vazão à produção acadêmica por meio de livros e artigos. É importante o acadêmico conseguir destravar essa produção por meio de técnicas e métodos que devem ser aplicados durante esse processo. Seja na parte do planejamento ou na escrita”, observa.

Importante salientar outro aspecto a ser levado em consideração na hora de escrever: a saúde mental. Pensar nesse tema é compreendê-lo no âmbito da escola, faculdade e na forma como os trabalhos estão sendo desenvolvidos. Existe uma pressão que é exercida sobre estudantes, professores e profissionais devido a cobrança e competitividade excessivas. A psicóloga Kalina Galvão reforça que é muito comum queixas sobre pressões psicológicas e dificuldade para dormir durante algum período. “A temida procrastinação pode surgir. Tendemos a nos comparar com outras pessoas, uma vez que achamos não produzir o suficiente. Tudo isso envolve a questão mental. Vale lembrar que cada um tem seu tempo, ritmo e produção”, afirma.

Com relação à dificuldade na produção, além da saúde mental, outros fatores precisam ser avaliados: a falta de planejamento e preparo. Pensando nisso, o MTS Instituto surgiu com o objetivo de alinhar esses três pilares e promover a disseminação de conhecimento de forma saudável. “Estamos com um curso incrível que visa descomplicar a produção de um artigo científico. Ele será realizado nesta sexta-feira e sábado, 20 e 21, de forma online. Vamos abordar uma série de temas fundamentais para o momento da escrita: como delimitar o tema, desenvolver a problemática, o método e análise de dados, por exemplo”, ressalta Naila Fortes, que conduzirá o estudo.

O curso é dividido em três módulos: o primeiro para falar da preparação, o segundo a respeito do desenvolvimento da pesquisa e o terceiro sobre a parte escrita: de colocar no papel o que foi efetivamente estudado. O MTS Instituto atua diariamente com o objetivo de tornar a pesquisa científica saudável, mantendo seu caráter metódico e técnico.

As inscrições para o curso podem ser realizadas no seguinte link encurtador.com.br/izDM3 e para mais informações visite o Instagram @mtsinstituto