Sesapi convoca alunos que participaram da seleção do curso de formação em Auriculoterapia para profissionais de saúde da atenção básica

 A Secretaria de Estado da Saúde, SESAPI, através da Gerência de Atenção Básica está convocando os alunos que participaram da seleção do curso de FORMAÇÃO EM AURICULOTERAPIA PARA PROFISSIONAIS DE SAÚDE DA ATENÇÃO BÁSICA para a aula presencial deste curso que será realizada no mês de  Outubro em Teresina .

  O Ministério da Saúde, através da Coordenação Nacional de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (CNPICS)/DAB/SAS, em convênio com a Universidade Federal de Santa Catarina tem ofertado desde 2016 ,essa formação de forma semi-presencial.para profissionais de nível superior da Atenção Básica.

 O curso de Auriculoterapia é dividido em 2 etapas: uma a distância (EAD) com carga horária de 75 horas, constituído de cinco módulos sequenciais e a outra presencial, com carga horária de 5 horas, realizada após a finalização da EAD. Foram realizadas 4 edições do curso em 2016 e 2017, com polos regionais em 21 estados brasileiros, tendo concluído o curso mais de 4 mil profissionais de saúde.

 No estado do Piauí, estamos na terceira edição deste curso e em 2020 tivemos uma turma de 125 alunos com matrículas homologadas, mas devido as restrições no período de pandemia ,  houveram alterações na sua finalização e havendo a retomada somente agora para o mês de outubro, com o encontro dos  participantes selecionados.

A auriculoterapia é uma técnica de estimulação de pontos específicos da orelha (geralmente por meio do uso de sementes vegetais esféricas aderidas à pele). É associada à medicina tradicional chinesa, mas nas últimas décadas também acumularam-se conhecimentos científicos sobre a conexão dessa estimulação com outros locais e funções do organismo. A auriculoterapia é pra ser utilizada como um complemento à medicina convencional.

 Evidências científicas têm mostrado os benefícios do tratamento integrado entre medicina convencional e práticas integrativas e complementares. Além disso, há crescente número de profissionais capacitados e habilitados e maior valorização dos conhecimentos tradicionais de onde se originam grande parte dessas práticas Atualmente, o Sistema Único de Saúde (SUS) oferece, de forma integral e gratuita, 29 procedimentos de Práticas Integrativas e Complementares (PICS) à população. Os atendimentos começam na Atenção Básica, principal porta de entrada para o SUS.

Os candidatos já selecionados precisam entrar no e-mail informado para o sistema da UFSC e acompanharem as instruções para o encontro presencial do curso que vai acontecer no dia 25/10/21 em horário especificado pela UFSC, em turno e horário, em  Teresina na  Escola do ETSUS- Centro Estadual de Educação Profissional em Saúde -PREMEM SUL – CEEPS :Endereço :R. Climério Bento Gonçalves, s/n – Monte Castelo, Teresina – PI.

Mais informações:

Lista dos selecionados

Gerência de Atenção Básica em Saúde  da Secretaria de Estado da Saúde

Fone 86 3216 3623.

Claudenice Santos: WhatsApp  (86)  99946-4442

(Técnica de referência de PICs – PI  na Coordenação Nacional do Ministério da Saúde- DF e Coordenadora Estadual do Curso de Auriculoterapia do Polo de Teresina)