Escolas públicas poderão aproveitar energia solar e diminuir gastos

0
37

O aproveitamento da energia solar e a instalação de painéis fotovoltaicos e aerogeradores de energia elétrica para diminuição de gasto junto às escolas públicas estaduais, hospitais e a rede hoteleira do Estado do Piauí é o objetivo do Projeto de lei nº 12, apresentado pelo deputado Robert Rios (PDT) na Assembleia legislativa.

Segundo o parlamentar “quando o assunto é energia renovável, a energia solar e a eólica são as fontes mais expressivas de energia existentes em nosso planeta, pois são renovadas diariamente e fornecidas de forma permanente”. As pesquisas apresentam a viabilidade da redução dos custos e do impacto ambiental com a utilização de painéis solares e aerogeradores eólicos.

A indústria do turismo é um exemplo do que pode usufruir da estratégia e sustentabilidade ao reduzir os gastos desnecessários de energia nos centros urbanos. De acordo com a proposta do parlamentar os painéis e aerogeradores utilizados deverão ser produzidos pela indústria nacional, ou pelo menos, com 90% de nacionalização, exceto quando forem objeto de doações.

No Brasil, recentemente, empresários começaram a despertar para essa tendência universal através do estímulo da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH) quando do lanamento do Programa de responsabilidade Ambiental Hóspedes da Natureza.

A Escola Marechal Cândido Rondon, no Paraná, lançou a primeira escola pública que utiliza a energia solar. Foi um investimento de R$ 100 mil, a Escola Municipal Criança Feliz que diminui a conta mensal em até R$ 1,5 mil. De acordo com estimativas apresentadas por especialistas o Estado do Piauí deverá economizar, somente nos prédios públicos, cerca de R$ 4 milhões nas contas de energia em um ano.

Emerson Brandão – Edição Katya D’Angelles

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here