Campanha contra hanseníase e verminose mobiliza escola em Lagoa do Piauí

A campanha tem como objetivo tratar casos de verminose, bem como identificar precocemente casos suspeitos de hanseníase nos alunos da rede de educação municipal, além de servir como referencia para a rede básica de Saúde, facilitando o rápido diagnostico das doenças e seu imediato tratamento.

A Prefeitura Municipal de Lagoa do Piauí, através da Secretaria de Saúde, realizou na última quarta-feira (11/04) uma mobilização da Campanha de prevenção a Verminose e Hanseníase na escola Municipal Maria de Jesus Carvalho Lima Oliveira. Localizada na comunidade Santo Antônio, as margens da BR 316, a escola atende crianças da series iniciais do ensino fundamental, tanto da zona urbana como da zona rural do município.

De acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde, há três anos a campanha é realizada nas escolas do município como uma forma de efetivar a prevenção da hanseníase e o combate a verminose. “A campanha tem como objetivo tratar os casos de verminose (Gel-helmintos) bem como identificar precocemente os casos suspeitos de hanseníase através da utilização da ficha de auto imagem aplicada aos alunos, além de servir como referencia para a rede básica de Saúde, facilitando o rápido diagnostico da doença e seu imediato tratamento” pontuou a enfermeira Edileusa Carvalho, uma das profissionais responsáveis pela ação.

O publico alvo da campanha são os crianças com faixa etária entre 5 a 14 anos de idade, matriculados nas escolas da rede pública de ensino. Na escola Municipal Maria de Jesus foram assistidos um total de aproximadamente 80 crianças no turno da manhã, e 100 crianças no turno da tarde. Também como atividade do Programa Saúde na Escola foram realizadas ações de Saúde bucal, com uma avaliação epidemiológica das crianças, aplicação de flúor e distribuição de kits para higiene bucal.

A psicóloga do NASF, Luana Oliveira, destacou a importância da campanha para a melhoria da qualidade de vida dos alunos da educação infantil. “essa campanha só vem para fortalecer ainda mais o elo entre saúde e educação no nosso município. Através dela, além da avaliação preventiva e da medicação como tratamento para casos de verminose, nós realizamos também momentos de orientação pratica, ensinando as crianças a adotarem comportamentos mais saudáveis, ajudando a diminuir alguns casos de doenças, comuns a sua idade”, afirmou Luana. A Campanha é fruto de uma parceira entre as secretarias municipais de Saúde e de Educação, e tem a sua frente profissionais do Núcleo de Apoio a Saúde da Família (NASF) e da Programa Saúde da Família (PSF) do governo federal.